ESTÓRIAS...

ESTÓRIAS...

quarta-feira, 13 de julho de 2011

O RIO SÃO JOÃO


Um cantinho do Rio de Janeiro cheio de encantos.


Pescaria com companhia.


O céu o mar... harmonia.



O charme da ponte quebrada.

Principal rio de Casimiro de Abreu, nasce em Cachoeiras de Macacu e atravessa o município de Silva Jardim e o distrito-sede de Casimiro de Abreu, indo desaguar em Barra de São João. Rio caudaloso, possui águas mornas, de tonalidade parda, característica que se modifica junto a sua foz por efeito das marés e dos ventos. O trecho de maior interesse turístico, onde a largura fica em torno de 100m, está junto a sua margem esquerda. É o Núcleo Histórico de Barra de São João, com seu antigo casario circundado de frondosas árvores. Destacam-se ainda, junto à foz do rio, a bela ponte em ruínas, construção da primeira metade deste século, o promontório com a Capela São João Batista e o pequeno cemitério com o túmulo do poeta Casimiro de Abreu. Neste trecho, o Rio São João é navegável para embarcações de pequeno calado.