ESTÓRIAS...

ESTÓRIAS...

quinta-feira, 21 de julho de 2011

MULHERES MADURAS:):)



Rô e Luli são duas amigas, elas se conhecem de longa data, ambas estão naquela fase de mudança, aquela fase em que as mulheres mudam muito por causa da idade. É a dita cuja da MENOPAUSA. Ai, essa fase não é nada fácil para algumas mulheres. Algumas sofrem muito, outras nem tanto, poucas podem dizer que nessa fase elas passaram numa boa. Bem, vocês vão acompanhar alguns momentos de muita intensidade das duas amigas (fictícias ) inseparáveis.

Rô tem um comportamento mais tranquilo, é calma. Luli tem um temperamento forte e explosivo. Como sempre estão se falando via internet; todos os dias acontece alguma coisa nova. Outro dia elas estavam conversando assim:

-Rô, você precisa me ajudar, tô pirando amiga, briguei de novo com o meu marido, com minha sogra e com meu cunhado. Ai, não sei o que é que me dá. Também o meu marido precisava me aborrecer com aquele papo de que eu não sei cozinhar. Ele sabe disso faz um tempão! Sabe de uma coisa, tudo me irrita, e agora dei para ficar com medo de tudo. Pode!

-Luli, você precisa se acalmar. Desse jeito, menina, seu marido vai enlouquecer. Essa já é a terceira vez que você briga com ele, e olha que ainda é sexta-feira. Amiga, você está tomando o remédio que a médica te receitou?

-Rô, não te contei, os remédios me fizeram mal. Agora estou com medo de tomar remédios também. E hoje para piorar recebi um telefonema dizendo que uma amiga da minha sogra faleceu. Entrei em pânico. Não conseguia me concentrar em nada, ficava pensado na mulher que morreu. Amiga, será que eu estou pirando?

-Luli, você precisa relaxar mulher! Vem comigo praticar algum esporte, já te chamei milhões de vezes. Sabe o que acontece, você fica muito fechada em casa, você precisa sair e arejar suas idéias. Isso tudo é mais psicológico do que físico.

-Rô, você fala assim, porque não é com você. Sua vida é diferente da minha, você disse que não sente nada de diferente em seu corpo. Deixa eu te dizer uma coisa, se você brigar comigo eu não me comunico mais com você. E não venha me dizer que eu estou muito sensível. E sabe o que mais... tchau.

-Luli para de ser criança! Não tô brigando com você. Se você quiser ir embora então tchau!

Continua

lita duarte