ESTÓRIAS...

ESTÓRIAS...

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

VERÃO DE 1968


O dia nascia feliz, pois era assim que a gente se sentia naquele verão de 1968. O mar era o encanto das crianças que passavam horas brincando e sorrindo. Nada interrompia aquela alegria que parecia eterna.

Foi um verão de puro prazer. Junto com familiares e amigos. O amanhecer era suave, o dia era longo e com sabor de festa. E era assim mesmo… alegria total. O fim do dia era um momento mágico, olhávamos o céu e despedíamos do sol. No dia seguinte tudo se repetia.

lita duarte