ESTÓRIAS...

ESTÓRIAS...

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

LÁ NA ALDEIA


No final da tarde, era sempre festa, era hora das crianças irem com suas mães para o mar. Lá elas nadavam, brincavam, e suas mães ficavam olhando, algumas também entravam na água e brincavam com os filhos, outras ficavam sentadas na areia conversando com as amigas.
Era uma tremenda alegria. Todos os dias era o mesmo ritual. Aquilo fazia muito bem aos pequenos.

Depois de terminarem o serviço de casa, as mulheres reuniam os filhos e iam para uma praia. Lá ficavam o resto da tarde. Só retornavam para casa quando começava escurecer, então preparavam o jantar e esperavam seus maridos retornarem para casa, depois de um dia de trabalho fora da aldeia.

Quem observava de fora achava tudo muito bom, parecia existir muita harmonia e simplicidade naquelas pessoas, ali naquela aldeia.

Ainda posso ouvir os risos das crianças e a vozes das mamães falando com seus filhos.
Os ruídos chegam com o sopro da brisa suave que senti no rosto quando abri a janela.

lita duarte