ESTÓRIAS...

ESTÓRIAS...

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

PASSAGENS...


Havia naquele lugar uma passagem aberta que levava para um outro lado do mundo. A mulher que gostava de fitar o céu e o mar, não desistia de procurar encontrar um elo que havia sido perdido. Ela não entendia porque se sentia tentada a voltar sempre naquele mesmo lugar. O que seria aquilo que lhe dava tanta aflição e ao mesmo tempo um certo prazer em poder estar ali.

Não, não volte naquele lugar, implorava uma voz que gritava dentro dela. Mas a criatura era teimosa, por mais compromissos que firmasse consigo mesma; acabava cedendo aos impulsos do coração.
Ah, meu Deus o que o senhor quer de mim? Ela dizia.
O que foi que eu fiz, ou talvez o que foi o que eu não fiz! Alguém responda, sim!
Cadê você agora! Voz que clama dentro de mim. Cadê? Responda?

E assim os dias iam passando, passando sem fim. Sim, porque houve um começo, mas haverá um fim?




continua...

lita duarte