ESTÓRIAS...

ESTÓRIAS...

sábado, 28 de agosto de 2010

"AOS DOMINGOS..."

Domingo era assim: a mãe levantava cedo e preparava o café. O cheiro do café era muito gostoso e fazia a gente despertar. A mãe sabia das coisas.
Aos poucos, nós íamos saindo da cama. Nós! Eu e meus irmãos. Eu levantava e corria para a cozinha. A mãe dizia para eu ir lavar o rosto e escovar os dentes, depois de olhar para mim, e dizer bom dia com um sorriso muito bonito. Ah, o domingo era só festa!

Eu, a mãe e a Lú, íamos à missa, o pai e os meninos, às vezes iam com a gente, às vezes não, pois saiam cedo para pescar.
Às vezes aos domingos, todos nós saíamos juntos para irmos à casa do tio que morava em uma cidade próxima. A viagem era feita de trem e era uma sensação! Era uma alegria dentro daquele trem. Ah, era outro tempo! Sem tanto consumismo, modismos, extremismos etc. Criança era apenas criança.

Quando ficávamos em casa, eu gostava do ritual da preparação do almoço. A mãe fazia macarrão. Como boa descendente de italianos, ela sabia fazer a massa. Aquele era um momento especial. Eu e a Lú ajudávamos a mãe, enquanto os meninos ralavam o queijo e preparavam saladas. O pai era encarregado de preparar os frangos.
Às vezes, uma de minhas irmãs que já era casada vinha para o almoço, normalmente tínhamos convidados, que na maioria das vezes eram os primos.
O almoço de domingo era cheio de ruídos, risadas, muita conversa e demorava horas para terminar. Era uma reunião em que pairava muita harmonia e bem estar.

O meu pai sempre pedia para o meu irmão colocar umas músicas na vitrola pra gente ouvir, naquele tempo o aparelho de som era vitrola. O meu irmão fazia uma seleção musical que ia de Beatles a Louis Armstrong, mas ele não podia esquecer aquela música que dizia assim: Cuando Calienta el Sol..., porque meu pai adorava aquela música.
Às vezes, meu irmão fingia que havia esquecido a tal música, então meu pai dizia: Caballero! E a minha música? Então meu irmão dava muitas risadas e perguntava qual era a música. Quando meu pai dizia:      Cuando Calienta... todo mundo ria e repetia com ele - Cuando Calienta el Sol!





lita duarte