ESTÓRIAS...

ESTÓRIAS...

quarta-feira, 28 de julho de 2010

UM CONTO... AMIGOS

Ora, ora, mas Deus é invenção dos homens.
Assim começava mais uma conversa entre aqueles dois seres que se completavam.

Lara vivia questionando tudo! Lino queria explicar tudo! Eles não podiam se encontrar, senão logo começavam uma discussão. Da última vez não foi diferente.

Sabe Lara, hoje eu fui visitar o meu tio Alfredo, ele está muito doente, então como ele freqüenta uma igreja, algumas pessoas foram na casa dele para fazer orações por ele.
Eu achei estranho aquele jeito das pessoas orarem, elas gritavam tanto, aquilo me assustou.

Lino, meu amigo, acaso Deus é surdo? Essas pessoas acreditam em tudo! Gritar para um doente deve deixá-lo mais doente, tenho dó de seu tio. Tudo é Deus! Ai, as pessoas me dão nos nervos com essa história de pedir tudo pra Deus, por a culpa em Deus e matar em nome de Deus!

Calma, Lara, assim você vai ficar doente. Eu acho que Deus existe, mas às vezes eu tenho dúvidas. Dizem que ter dúvidas já é um bom sinal. Será?

Lino, tudo é uma grande invenção, Deus também é uma grande invenção, se bem que eu acredito nele. Não sei te explicar, mas acredito. Deus para mim, não está preso em igreja nenhuma, Deus é igual o sol, a lua, as estrelas, o mar... toda essa imensidão que ninguém pode comprar e nem vender. Deus é.

Desse jeito que você fala Lara, eu até fico arrepiado, sei lá, a gente não sabe quase nada de nada. Às vezes, eu acho tudo tão confuso, e isso porque eu só tenho dezesseis anos, já pensou quando eu tiver quarenta!

Não meu amigo, eu nem quero pensar, porque eu já tenho dezessete! Lino, o que eu queria fazer da minha vida era viajar, mas lá para bem longe, queria sair fotografando tudo nesse mundão! Mas tenho que me preparar para entrar na faculdade, e o pior de tudo é que eu não sei o que eu quero cursar, pode?

Lara, você fala de barriga cheia, é só você se ligar naquilo que você gosta e pronto, escolhe o curso que tem alguma coisa a ver com você. Se bem que, eu queria fazer arquitetura, mas meu pai quer que eu faça engenharia, estou num beco sem saída.

Lino é muito fácil dar conselhos. Aliás, por que nós somos assim? Cheios de manias, sempre queremos dizer o que os outros devem fazer, mas nós mesmos, hum...

Lara deixa isso para outro dia, tá bom, vou nessa, ainda tenho que estudar, tem prova amanhã, já é tarde.
Até amanhã.

Lino, eu também tenho que estudar, mas detesto. Só que não posso fugir, tenho que encarar, senão é só atraso.
A gente se vê por aí.

Continua...


lita duarte