ESTÓRIAS...

ESTÓRIAS...

segunda-feira, 26 de julho de 2010

O LIVRÃO

Quando eu era pequenina, era muito curiosa. Bem, ainda sou. Lembro que aos seis anos de idade, eu vivia querendo ler os livros do meu pai. Ele tinha o maior cuidado com os livros dele, mas sempre que estava lendo algum, então ele me chamava e me pegava no colo, colocava o livro de lado e me contava uma estória. Ele era um grande contador de estórias.
Ele tinha um livro muito bonito com estórias lindas, na verdade era um livrão que me deixava encantada, pois continha estórias indianas antigas. Às vezes ele me deixava ver o livro.
Um dia, uma tia meio doidinha pegou esse livro e deu fim nele. Meu pai ficou muito bravo com ela, na verdade ele ficou enfurecido, mas não teve jeito, o livro nunca mais apareceu.
Quem o encontrou deve ter ficado muito feliz.

lita duarte