ESTÓRIAS...

ESTÓRIAS...

terça-feira, 30 de março de 2010

O PEQUENO DÉ

O pequeno Dé, menino de sete anos de idade e morador da baixada fluminense, levanta cedo, bem de madrugada para pegar o trem junto com sua mãe. Os dois vão para um bairro da zona sul do Rio. Enquanto sua mãe faz faxina em uma casa, ele vende balas de coco. Ele fica o dia todo sentado na rua com o cesto de balas. Às vezes ele não vende todas as balas, então fica irritado.
Pobre Dé, tão pequeno! Tão frágil! Ele precisa ir para a escola, mas tem que ajudar sua mãe.
De tarde sua mãe o encontra, então ele passa o dinheiro da venda das balas pra ela e vão embora.
No dia seguinte tudo se repete.

lita duarte